radium
Caro(a) Visitante:
Bem vindo/a ao radium.
Um local onde você pode conviver.
Bem estamos vendo que está deslogado ou não está inscrito.
Se ainda não se inscreveu venha se juntar à mais fantástica familia.

Divirta-se!
radium

Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Argelino repatriado com boca tapada gera polémica

Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

Devshark

avatar
Banido
Banido
A fotografia de um imigrante argelino algemado e com a boca tapada com fita isoladora, que estava a ser repatriado da Itália para a Tunísia num voo da companhia aérea Alitalia, está a indignar e a dividir a opinião pública.


A imagem capturada pelo cineasta Francesco Sperandeo, que viajava no mesmo voo que os dois imigrantes repatriados, foi publicada na sua página de Facebook e reproduzida pela imprensa italiana, dando azo a uma onda de protestos.

"Vejam o que aconteceu às 9.20 horas da manhã, no voo de Roma para Tunísia. Dois cidadãos expulsos de Itália com este procedimento desumano... A pior parte de tudo, foi a total indiferença dos passageiros", escreveu Francesco Sperandeo na sua página da rede social, convidando todos os seus seguidores a protestar e a difundir a imagem.

A porta-voz italiana do Alto Comissariado da ONU para os Refugiados (ACNUR), Laura Boldrini, afirmou numa entrevista ao "La Republica" que o sucedido foi um caso de "mau trato escandaloso, humilhante, injustificado".

"Não tenho palavras para descrever tal. Nunca tinha visto uma pessoa a ser tratada assim em Itália, com essa máscara e fita isoladora para o impedir de falar, de protestar", acrescentou a porta-voz da agência da ONU que é liderada pelo português António Guterres.

Membros do Partido Democrata (PD) e da "Italia de los Valores" (IdV) também expressaram a sua indignação.
A onda de protestos levou a que o presidente da Câmara dos Deputados, Gianfranco Fini, pedisse ao Governo que explicasse o sucedido. O chefe de polícia, Antonio Maganelli, também ordenou a elaboração de um relatório, a fim de apurar o que de facto aconteceu durante o voo.

De acordo com os meios de comunicação italiana, numa primeira versão dos factos, os agentes explicaram que os imigrantes se magoaram na língua de propósito e cuspiram sangue, de modo a evitar a repatriação e daí a necessidade de usarem fita isoladora e máscara.

_______________________________________________
País:


Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum